Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Reajuste da energia elétrica foi um dos assuntos mais debatidos na semana da Aleam

    A terceira semana de setembro começou com mais uma oitiva da Comissão Parlamentar de Inquérito da Saúde (CPI da Saúde) na segunda-feira (14) com o depoimento de Keila Batista, coordenadora estadual de regulação da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM). Informações dos depoimentos geraram desencontro de dados e os membros acordaram uma acareação para confrontar as informações. Na primeira Sessão Plenária da semana, na terça-feira (15), os deputados lamentaram o anúncio do fechamento da fábrica Sony, no Polo Industrial de Manaus, no ano que vem. O deputado Carlinhos Bessa (PV) solicitou ao Governo do Estado a realização de novo concurso público para bombeiros militares e Dermilson Chagas (Podemos) denunciou a falta de tomógrafos e de exames de ressonância magnética na rede pública estadual de saúde. Na quarta-feira (16) o resultado do Amazonas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB/2019), pulgado pelo Ministério da Educação (MEC) na terça-feira (15) foi o foco dos parlamentares, já que o índice apontou o Amazonas como um dos sete estados brasileiros que conseguiram alcançar a meta projetada pelo MEC, nos anos finais do ensino fundamental. Na Ordem do Dia o requerimento de prorrogação da CPI da Saúde por mais 60 dias estava em pauta de votação, mas foi retirado a pedido da maioria dos membros da Comissão. Após a reunião Plenária, em uma Audiência Pública promovida pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia (CDC/Aleam), os parlamentares estaduais propuseram à Amazonas Energia a suspensão do reajuste médio de 8,5% da tarifa de energia elétrica previsto para este ano. A proposta de reajuste prevista para vigorar a partir de 1º de novembro está sob consulta pública no site da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) até 9 de outubro. Na Sessão Plenária seguinte, na quinta-feira (17), o reajuste da energia continuou a repercutir em plenário, quando o deputado Sinésio Campos (PT) lembrou que mesmo pagando a energia mais cara do país, o cidadão amazonense ainda sofre com a falta de manutenção na rede elétrica. Outro assunto repercutido também foi sobre a falta de tomógrafos na rede pública estadual de saúde, em pronunciamento de Wilker Barreto (Podemos), que criticou a falta do aparelho para diagnosticar casos suspeitos de Covid-19 em hospitais públicos estaduais. A semana de eventos na Assembleia terminou na sexta-feira (18) com uma transmissão ao vivo da diretoria de Saúde da Assembleia nas redes sociais com o psicólogo Manuel Diz que falou sobre a importância da saúde mental por conta da Campanha do Setembro Amarelo e o Dia Mundial de prevenção ao Suicídio, comemorado em 10 de setembro.     Diretoria de Comunicação da Aleam Texto: Fernanda Barroso    
19/09/2020 (00:00)
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia