Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Wilker critica declarações de Marcellus Campêlo na CPI e pede presença do ex-secretário na Aleam

    Em Sessão Ordinária da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) desta terça-feira (15), o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) repercutiu o depoimento do ex-secretário de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), Marcellus Campêlo, na CPI do Senado. Em discurso na tribuna, o parlamentar criticou as declarações do antigo gestor da pasta aos senadores, entre elas, que o desabastecimento de oxigênio durante o colapso na saúde do Estado, em janeiro de 2021, durou apenas dois dias. “É de se indignar, um ex-secretário vender no Senado um Amazonas que a gente sabe que nunca existiu. Só a gente sabe a angústia que nós passamos na primeira e segunda onda, os questionamentos dos senadores não chegam nem perto das ponderações feitas pela CPI da Saúde desta Casa”, afirmou Barreto, relembrando a Comissão Parlamentar de Inquérito, instalada no dia 14 de maio e que investigou irregularidades em contratos firmados pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam). O parlamentar aproveitou para pedir a vinda do ex-secretário de saúde ao Parlamento Estadual, mediante requerimento ingressado por Barreto, para prestar esclarecimentos acerca dos alertas emitidos da empresa White Martins, fornecedora de oxigênio para o Estado, seis meses antes da crise do gás medicinal nas unidades de saúde do Amazonas, e que foram ignorados pelo Executivo. “É nosso papel avançarmos e apreciarmos a convocação do ex-secretário. Os questionamentos apontados pela CNN são muito graves. Temos o dever de dar resposta às 13 mil vítimas que deixaram enlutadas milhares de amazonenses”, finalizou Wilker.   Texto: Assessoria
15/06/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia